é o projeto de instalação fotográfica de Raquel Brust

janela azul

uma janela para o azul outra para o céu. uma janela para ver, ou esquecer. uma janela para sentir, refletir, pensar. uma janela para criar, falar, e ouvir. uma janela para o asfalto, para o sábado. uma janela de domingo, para o assalto. uma janela para o elevado, ou embaixo. uma janela que não pode ser aberta foi doada. adoecida por permanecer fechada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

.

 

 

 

.

 

 

 

a vida dentro do cubo

uma janela a cinco metros de seu cano de descarga.

o gás escurece os vidros, estremece, envelhece.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s